+

O Curso

Princípios Norteadores do Curso

A Biotecnologia é, geralmente, definida como:

    • O uso de organismos vivos na obtenção de produtos benéficos para a humanidade.
    • É a aplicação de organismos biológicos em processos tecnológicos e industriais.
    • Envolve o uso de “novos” micróbios (organismos), que têm sido alterados ou manipulados pelo homem por intermédio de técnicas de engenharia genética.

(Agência de proteção ambiental americana - veja “GLAZER, A.N.; NIKALDO, H. Microbial Biotechnology. Fundaments of Applied Microbiology. W.H. Freeman and Company, 1995.”).

 

 

BIOTECNOLOGIA TRADICIONAL X BIOTECNOLOGIA MODERNA

 

A Biotecnologia se refere a: um conjunto amplo de tecnologias que podem ser divididas em dois grupos, de acordo com o nível científico e tecnológico envolvido, -

  • a Biotecnologia Clássica ou tradicional, e
  • a Biotecnologia Moderna.

 

A Biotecnologia Clássica se caracteriza pela utilização dos organismos vivos:

      • Da forma como são encontrados na natureza (pex: uso de leveduras para a produção de vinhos, pães ou biocombustíveis) ou
      • Modificados por meio do melhoramento genético tradicional.

 

A Biotecnologia Moderna utiliza-se de:

      • organismos vivos modificados geneticamente por meio da engenharia genética ou tecnologia do DNA recombinante – tecnologia que permite cortar e unir quimicamente o DNA e assim, transferir genes de uma espécie para outra e ao fazê-lo:
      • criar novas formas de vida.
      • Do ponto de vista tecnológico, a transferência de DNA possibilita o desenvolvimento de novos organismos (principalmente microorganismos e plantas), capazes de produzir substâncias de valor econômico e social, tais como:
      • vacinas, hormônios, alimentos mais nutritivos, etc.

 

Além da engenharia genética, a manipulação de seres vivos para fins produtivos foi afetada pelo surgimento da genômica, a partir da segunda metade dos anos 80.

 

Os diversos estudos de genoma criam plataformas tecnológicas para o desenvolvimento de novos métodos de diagnósticos, métodos preventivos e métodos terapêuticos (p ex: métodos de diagnósticos baseados em PCR e terapias gênicas baseadas em células-tronco).

 

Na Biotecnologia Tradicional o principal agente é a grande empresa do setor químico (principalmente química fina, produção de produtos químicos orgânicos) ou de alimentos e bebidas (bebidas alcoólicas e laticínios). A tecnologia básica é a fermentação, que é uma tecnologia madura.

 

Já na Biotecnologia Moderna predomina a inovação de produtos, com elevado grau de dependência da pesquisa básica e de interdependência entre diversas áreas do conhecimento:Genética Geral, Genética Molecular/ Biologia Molecular (Ferramentas para clonagem gênica – tecnologia do DNA recombinante), Genômica Estrutural e Funcional, e Biologia Celular.

 

(Detalhes veja SILVEIRA, J.M., DAL POZ, M.E., ASSAD, A.L.D. (Organizadores). Biotecnologia e Recursos Genéticos – Desafios e Oportunidades para o Brasil. Campinas: Instituto de Economia/FINEP. 2004. 412p.)

 

Em suma, as Novas Empresas de Biotecnologia (NEBS), dedicadas à pesquisa e desenvolvimento (P&D), terão interesse crescente em profissionais técnicos (Tecnólogos) que apresentem uma formação consolidada na Biotecnologia Moderna, tendo, portanto,

a necessidade do desenvolvimento de um curso para formação de Tecnólogo em Biotecnologia que apresente uma grande interface entre a Genética Básica, a Biologia Celular, a Genômica, a Genética Molecular (expressão e regulação de genes, TDR), que também pode ser denominada de Biologia Molecular (clonagem gênica, ferramentas de análise e detecção de transgênicos baseado em PCR, southern blot, etc.), e técnicas de Cultivo de células e tecidos.

 

(Detalhes veja SILVEIRA, J.M., DAL POZ, M.E., ASSAD, A.L.D. (Organizadores). Biotecnologia e Recursos Genéticos – Desafios e Oportunidades para o Brasil. Campinas: Instituto de Economia/FINEP.)

 

Alguns Cursos de Biotecnologia Existentes no Brasil

  • Universidade Federal do Paraná – Campus Palotina-PR : Curso de Tecnologia em Biotecnologia ;
  • Centro Universitário Estadual da Zona Oeste – Campos –RJ: Curso Superior de Tecnologia em Biotecnologia (CCBS).

 

CURSO DE BIOTECNOLOGIA

  • Lei Federal Nº 9.394 de 20 de dezembro de 1996.
  • Decreto Federal 2208, de 17 de abril de 1997.
  • Resolução CNE/CP nº 29 de 03/12/2002 e CNE/CP nº 3 de 18/12/2002.